quarta-feira, 6 de maio de 2009

Perdizes

"Os bairros, como os homens, também têm um espírito. É uma espécie de chorume transcendental que escorre pelo meio fio, soma de suas construções e seus personagens, sua história e sua paisagem."

Como nesta semana eu estou como uma bolinha de pin-pong, de um lado pra outro de São Paulo (e Perdizes é um desses lados), esta crônica do Antonio Prata no blog dele, veio a calhar.

Nenhum comentário: